Arquivo mensal Outubro 2018

PorJoão Oliveira

Aviso à População – Aumento do Risco de Incêndio Rural

1. SITUAÇÃO

Situação Meteorológica:

Na sequência da informação meteorológica disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), para as próximas 48 horas, salientam-se as condições de severidade meteorológica inerentes à continuação de tempo seco e quente, com intensificação do vento de quadrante leste, teores de humidade relativa muito baixos na generalidade do território e com agravamento significativo do risco de incêndio.

 

2. EFEITOS EXPECTÁVEIS

Aliada ao aumento da severidade meteorológica, existe grande disponibilidade do combustível florestal, resultando em condições favoráveis à ocorrência e propagação rápida de incêndios rurais, sendo necessário assegurar as medidas preventivas abaixo descritas.

 

3. MEDIDAS PREVENTIVAS

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) relembra que, de acordo com as disposições legais em vigor e fruto do prolongamento do período crítico até 15 de Outubro, não é permitido (a):

 Realização de queimadas, de fogueiras para recreio ou lazer, ou para confeção de alimentos;
 Utilização de equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confeção de alimentos;
 Queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração;
 O lançamento de balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes;
 Fumar ou fazer lume de qualquer tipo nos espaços florestais e vias que os circundem;
 A fumigação ou desinfestação em apiários com fumigadores que não estejam equipados com dispositivos de retenção de faúlhas.

 

A ANPC recorda ainda alguns cuidados a ter, face às condições meteorológicas previstas, na realização de trabalhos agrícolas e florestais, nomeadamente:
Manter as máquinas e equipamentos limpos de óleos e poeiras;
Abastecer as máquinas a frio e em local com pouca vegetação;
Ter cuidado com as faíscas durante o seu manuseamento, evitando a sua utilização nos períodos de maior calor.

 

Perante este quadro meteorológico, a ANPC elevou o Estado de Alerta Especial (EAE), do Sistema Integrado de Operações de Proteção e Socorro (SIOPS) para o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR), de nível LARANJA, para os distritos de Beja, Évora, Faro, Lisboa e Setúbal; e a passagem ao Estado de Alerta Especial (EAE), do SIOPS para o DECIR, de nível VERMELHO para os distritos de Aveiro, Braga, Bragança, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Porto, Portalegre, Santarém, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu (das 18 horas do dia 1 de outubro até 23h59 do dia 3 de outubro).

 

Desta forma a ANPC recomenda ainda a adequação dos comportamentos e atitudes face à situação de perigo de incêndio florestal, nomeadamente com a adoção das necessárias medidas de prevenção e precaução, observando as proibições em vigor e tomando especial atenção à evolução do perigo de incêndio para os próximos dias, disponível junto dos sítios da internet da ANPC e do IPMA, junto dos Gabinetes Técnicos Florestais das Câmaras Municipais e dos Corpos de Bombeiros.

Fonte: Autoridade Nacional de Proteção Civil

ANPC – Autoridade

IPMA – Instituto Português do Mar e Atmosfera

EAE – Estado de Alerta Especial

SIOPS – Sistema Integrado de Operações Protecção e Socorro

DECIR – Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais

PorPedro Bandeira

Formação de Condução Defensiva de Veículos Pesados Articulados

Decorreu no Quartel Operacional, nos dias 15 e 22 de Setembro, uma ação de Formação de Condução Defensiva e Económica, destinada aos bombeiros com carta de condução de veículos pesados articulados.

Esta formação teve como objetivo aprofundar conhecimentos na condução destes veículos de transporte de água de grande capacidade, de forma a melhorar a sua eficiência na condução e garantir a segurança dos bombeiros que os tripulam.

A formação foi ministrada pelo Sr. Francisco Sousa, colaborador da empresa Transportes Figueiredo, que demonstrou a excelência e adequação dos seus conhecimentos para o atingir o sucesso da sessão.

Os Bombeiros Voluntários de Albergaria-a-Velha agradecem a partilha de conhecimentos e a disponibilidade para esta sessão formativa.